segunda-feira, 21 de novembro de 2011

OAB-CE realiza encontro inédito com representantes dos cursos de Direito

                  

           
A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Ceará, coordenou encontro inédito com coordenadores e diretores de cursos Direito do Estado, com intuito de melhorar a qualidade do ensino jurídico cearense, a partir de ações oriundas da aproximação entre a Ordem e as instituições de ensino superior.  Uma das propostas que surgiram nessa primeira reunião é a criação de um Selo OAB para qualificação das faculdades. 

De acordo com o presidente da Seccional alencarina, Valdetário Andrade Monteiro, o intuito seria fazer uma radiografia dos cursos de Direito no Estado para que, após um diagnóstico das necessidades, a OAB-CE pudesse saber onde e como poderia atuar para auxiliar na formação dos futuros profissionais. “A Ordem é o local ideal para debatermos esse assunto. Queremos ouvir também os estudantes. Vamos reeditar esse encontro para que possamos juntos trazer soluções e contribuições efetivas ao ensino jurídico”, afirmou.

Segundo o vice-presidente da OAB-CE, Júlio Ponte, a reunião foi proveitosa e deve gerar frutos. “É uma vontade que vem há quase três anos de atuarmos mais proximamente dessa área de ensino jurídico. Ao longo desse tempo, a OAB-CE criou várias comissões voltadas a esse tema. Compartilhamos a mesma preocupação de qualificar os cursos, contribuir com as faculdades, atualizar constantemente a grade curricular, entre outro pontos como  remuneração dos professores e exame da Ordem”, reforçou.

Os representantes da Fundação Escola Superior de Advocacia do Ceará (Fesac) colocaram a entidade ao dispor das universidades para propor ações de capacitação dos estudantes. “Agradecemos a confiança e nos colocamos à disposição para melhorar a qualidade desses profissionais”, disse o diretor acadêmico da Fesac, Fábio Zeck. Também   representaram a Fesac  os advogados Manuela Praxedes e Marco Antônio Castro.

Estiveram presentes coordenadores e diretos de cursos de Direito da Unifor, Faculdade Christus, FGF, Faece/ Fafor, Fac  e FFB.  Segundo a diretora  da Faece/ Fafor, Rita da Silveira, a proposta só tem a colaborar com a sociedade. “Estamos muito felizes e queremos contribuir com  nosso total apoio”. Para o coordenador do curso de Direito da FGF, Luciano Prado,  a ideia é excelente. “A vinda desse selo só tende a aprimorar e reforçar o compromisso das instituições, professores e alunos com a boa formação de futuros profissionais”, corroborou, sugerindo a criação de um Fórum Permanente para discutir esse e outros temas ligados ao ensino jurídico a partir desse primeiro encontro. “Queremos parabenizar a iniciativa da OAB-CE”, completou.
 
Fonte:  site da OAB-CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: